mudadevida

Muda de vida se não gostas da que tens!

terça-feira, março 29, 2005

After Sex

Depois do acto sexual, a mulher madura fuma um cigarro e pergunta ao seu jovem parceiro:
- Do que gostas mais em mim: do meu rosto angelical ou do meu magnífico corpo?
- Do teu sentido de humor!

segunda-feira, março 14, 2005

Carta escrita em 2070

Carta escrita em 2070:

"Estamos no ano de 2070, acabo de completar os 50, mas a minha aparência é de alguém de 85.
Tenho sérios problemas renais porque bebo muito pouca água. Creio que me resta pouco tempo.
Hoje sou uma das pessoas mais idosas nesta sociedade.
Recordo quando tinha 5 anos. Tudo era muito diferente.
Havia muitas árvores nos parques, as casas tinham bonitos jardins e eu podia desfrutar de um banho de chuveiro com cerca de uma hora.
Agora usamos toalhas em azeite mineral para limpar a pele.
Antes todas as mulheres mostravam a sua formosa cabeleira.
Agora devemos rapar a cabeça para a manter limpa sem água.
Antes o meu pai lavava o carro com a água que saía de uma mangueira.
Hoje os meninos não acreditam que a agua se utilizava dessa forma.
Recordo que havia muitos anúncios que diziam CUIDA DA AGUA, só que ninguém lhes ligava; pensávamos que a agua jamais se podia terminar.
Agora, todos os rios, barragens, lagoas e mantos aquíferos estão irreversivelmente contaminados ou esgotados.
Antes a quantidade de agua indicada como ideal para beber era oito copos por dia por pessoa adulta.
Hoje só posso beber meio copo. A roupa é descartável, o que aumenta grandemente a quantidade de lixo; tivemos que voltar a usar os poços sépticos (fossas) como no século passado porque as redes de esgotos não se usam por falta de água.
A aparência da população é horrorosa; corpos desfalecidos, enrugados pela desidratação, cheios de chagas na pele pelos raios ultravioletas que já não têm a capa de ozono que os filtrava na atmosfera.
Imensos desertos constituem a paisagem que nos rodeia por todos os lados.
As infecções gastrointestinais, enfermidades da pele e das vias urinárias são as principais causas de morte.
A industria está paralisada e o desemprego é dramático.
As fábricas dessalinizadoras são a principal fonte de emprego e pagam-te com agua potável em vez de salário.
Os assaltos por um bidão de agua são comuns nas ruas desertas.
A comida é 80% sintética. Pela ressiquidade da pele uma jovem de 20 anos está como se tivesse 40.
Os cientistas investigam, mas não há solução possível.
Não se pode fabricar agua, o oxigénio também está degradado por falta de arvores o que diminuiu o coeficiente intelectual das novas gerações.
Alterou-se a morfologia dos espermatozóides de muitos indivíduos, como consequência há muitos meninos com insuficiências, mutações e deformações.
O governo até nos cobra pelo ar que respiramos. 137 m3 por dia por habitante e adulto.
A gente que não pode pagar é retirada das "zonas ventiladas", que estão dotadas de gigantescos pulmões mecânicos que funcionam com energia solar, não são de boa qualidade mas pode-se respirar, a idade média é de 35 anos.
Em alguns países ficaram manchas de vegetação com o seu respectivo rio que é fortemente vigiado pelo exercito, a agua tornou-se um tesouro muito cobiçado mais do que o ouro ou os diamantes.
Aqui em troca, não há arvores porque quase nunca chove, e quando chega a registar-se precipitação, é de chuva ácida; as estações do ano tem sido severamente transformadas pelas provas atómicas e da industria contaminante do século XX.
Advertia-se que havia que cuidar o meio ambiente e ninguém fez caso.
Quando a minha filha me pede que lhe fale de quando era jovem descrevo o bonito que eram os bosques, lhe falo da chuva, das flores, do agradável que era tomar banho e poder pescar nos rios e barragens, beber toda a agua que quisesse, o saudável que era a gente.
Ela pergunta-me: Papá! Porque se acabou a agua?
Então, sinto um nó na garganta; não posso deixar de sentir-me culpado, porque pertenço à geração que terminou destruindo o meio ambiente ou simplesmente não tomámos em conta tantos avisos.
Agora os nossos filhos pagam um preço alto e sinceramente creio que a vida na terra já não será possível dentro de muito pouco porque a destruição do meio ambiente chegou a um ponto irreversível.
Como gostaria voltar atrás e fazer com que toda a humanidade compreendesse isto quando ainda podíamos fazer algo para salvar o nosso planeta terra!"

Documento extraído da revista biográfica "Crónicas de los Tiempos" de Abril de 2002.

quarta-feira, março 02, 2005

Define lá outra vez...

AMOR:Enfermidade temporária que se cura com o casamento . Palavra de quatro letras, duas vogais e dois idiotas.

DANÇAR:É a frustração vertical de um desejo horizontal.

ESCOTEIROS:40 crianças vestidas de idiotas , comandadas por 1 idiota vestido de criança.

DOR DE CABEÇA:Anticonceptivo mais usado pelas mulheres destes tempos.

VIRGEM:Menina de 9 anos , muito feia , que corre mais que o primo.

EXAME ORAL:Prova para conseguir um estágio na Casa Branca.

LÍNGUA: (essa tá ótima)Órgão sexual que os antigos usavam para falar.

CONFIANÇA:Via livre que se dá a uma pessoa para que cometa uma série de abusos.

DIPLOMACIA:Arte de dizer "lindo cachorro", até encontrar uma pedra para atirar nele.

FÁCIL:Diz-se da mulher que tem a moral sexual igual a de um homem.

GINECOLOGISTA:Especialista que trabalha no lugar onde os outros homens se divertem.

HERÓI:Indivíduo que, diferente do resto, não pôde sair correndo.

HOMEM:Ser masculino que durante seus primeiros nove meses de vida quer sair de um lugar em que tenta entrar pelo resto da vida.

INDIFERENÇA:Atitude que uma mulher adota perante um homem que não lhe interessa, que é interpretada pelo homem co mo se estivesse "se fazendo de difícil".

INTELECTUAL:Indivíduo capaz de pensar por mais de duas horas em algo que não seja sexo.

NINFOMANÍACA:Termo com o qual um homem define uma mulher que deseja fazer sexo mais vezes que ele.

TRABALHO EM EQUIPE:Possibilidade de colocar a culpa nos outros.

quinta-feira, fevereiro 10, 2005

think!

1. Por que é que a laranja se chama laranja e limão não se chama verde?
2. Por que é que lojas abertas 24 horas possuem fechadura?
3. Por que é que quem trabalha no mar se chama marujo? Então quem trabalha
no ar deveria se chamar araujo, certo ?
4. Por que é que "separado" se escreve tudo junto e "tudo junto" se escreve
separado?
5. Por que é que os kamikazes usavam capacete?
6. Por que é que se deve usar uma agulha esterilizada para dar a Injeção
letal a um condenado à morte?
7. Para que serve o bolso dos pijamas ?
8. Por que é que os aviões não são fabricados com o mesmo material usado nas
suas caixas negras?
9. ADÃO TINHA UMBIGO?
10. Por que é que o Pato Donald depois do banho sai com uma toalha enrolada
à cintura, se ele não usa calças nos desenhos?
11. Se o super homem é tão inteligente, por que é que usa as cuecas por fora
das calças?
12. O Pluto e o Pateta são os dois cães, não são? Por que é que o Pateta
fala e o Pluto não?
13. Por que é que existem pessoas que acordam os outros para perguntar se
estavam a dormir?
14. Por que é que os Flintstones comemoravam o Natal se eles viviam numa
época antes de Cristo?
15. Por que é que os filmes de batalhas espaciais têm explosões tão
barulhentas se o som não se propaga no vácuo?
16. Por que é que aquele filme c/ Kevin Costner se chama "Dança com Lobos"
se só aparece um único lobo durante toda a história?
17. Se o vinho é líquido, como pode ser seco?
18. Como se escreve zero em numeração romana?
19. Por que é que as pessoas apertam o comando da televisão com mais força,
quando a pilha está fraca?
20. O instituto que emite os certificados de qualidade tem qualidade
certificada por quem?
21. Por que é que quando você pára no sinal vermelho, há sempre alguém no
carro do lado com o dedo no nariz?
22. Se depois do banho estamos limpos, por que é que lavamos a toalha?
23. Como foi que a placa "É Proibido Pisar A Relva" foi colocada lá??
E por último, mas não menos importante...
24. SE OS HOMENS SÃO TODOS IGUAIS, POR QUE É QUE AS MULHERES ESCOLHEM
TANTO?!?

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Celulite

Sou mais feliz a partir de hoje:
"A celulite é uma defesa orgânica feminina. O organismo coloca no nosso
rabiosque o excesso de gordura em vez de o deixar andar a entupir
artérias.
Por isso é que os homens têm mais enfartes do que as mulheres."
Eu tinha certeza que havia um motivo...

quarta-feira, janeiro 19, 2005

Deixa-te disso pá!

"Portugal, é tempo de te deixares de choradeiras, não achas? Esta conversa
de crise, de futuro comprometido, do fim do Estado- -Providência, já começa
a enjoar. Já chega de lamentações patéticas, intercaladas por balofas
exuberâncias. Está na altura, meu caro Portugal, de deixares de ter pena de
ti mesmo, de largares o sofá da conversa, arregaçares as mangas e
enfrentares a vida como ela é. As crises são para os homens.


Ninguém tem paciência para te aturar mais chorinquice. Aliás, tens de
reconhecer, esta crise até nem foi nada de extraordinário. Não se justifica
tanta lamúria. Confessa que ela foi mais uma ressaca que uma verdadeira
depressão. Apanhaste um pifo de euforia e dívida, e agora dói-te a cabeça e
tens de pagar os estragos.

Emborcaste grades de subsídios, apoios, benefícios, incentivos, sem reparar
que é com o teu dinheiro que te dão isso. Gastaste anos com parvoíces, como
o aborto e a regionalização; deitaste-te tarde a ver a ficção dos reality
shows.

Depois admiras-te que os parceiros te passem à frente e não tenhas
produtividade. Acreditaste nos que te falavam em reduções de horário de
trabalho e salários europeus, sem ver que esses países os têm porque
trabalham muito para o conseguir. Quiseste fazer estádios e andar nas ruas a
abanar bandeirinhas.

Agora acordaste. Choras com a crise e temes pelo fim do desenvolvimento.
Assustas-te com os chineses e pões luto pelos têxteis. Temes perante a
globalização e desanimas com o atraso na convergência. Sentes-te
desorientado e perdido.

É incrível como acreditaste mesmo a sério nos muitos que te diziam que
tinhas direito a tudo, sem nunca te falarem nos deveres ou explicarem como
se pagaria. Nem sequer suspeitaste quando os viste a espreitar para a tua
carteira. Caíste que nem um pato na maior das ilusões, o Orçamento do
Estado, que dá tudo a todos, desde que todos lhe dêem antes. Comeste um
grande almoço e ficaste surpreendido com a conta.

Não sei se já te disseram, mas não há almoços grátis!

É incrível como voltas a dar ouvidos aos mesmos que agora te dizem que não
tens capacidade de trabalho e espírito empresarial, que não suportas
horários nem respeitas a disciplina. Então recomeça a choradeira, dos
analistas de café à reportagem de jornal.

É incrível como voltas sempre às desculpas estafadas. O Governo é mau? Olha
que novidade! Mas desde o D. Fernando são todos maus. E os poucos que foram
bons, nunca o reconheceste; limitaste-te a ter saudades, depois de dizeres
todo o mal que podias durante seu mandato.

Os tempos estão difíceis? Olha que espanto! Desde o Noé que não são fáceis.
São os homens que fazem os tempos, sem esperarem por ajudas. A vida é dura?
Vê lá a grande surpresa!

Deixa-te de mariquices e toca a andar! Está na hora de esqueceres as
desculpas e demonstrares aos que falam que sabes fazer coisas úteis. Não
esperes previsões favoráveis. Não contes com estratégias e políticas
salvadoras. Está na altura de trabalhar e lançar projectos, poupar e
investir, encontrar clientes e fazer bons produtos para lhes vender. Fazer
aqui e agora, onde há oportunidades. Como puderes, como souberes. FAZ! Como
sempre soubeste fazer.

Não por ti, meu caro Portugal, mas pelos portugueses. E deixa dar-te uma
novidade não há cá mais ninguém. Só tu, Portugal, podes fazer o
desenvolvimento português. Mais ninguém. Os outros falam. Tu ainda cá
andarás depois de eles se calarem."


João César das Neves

sexta-feira, janeiro 14, 2005

Frase do dia

"Quando a última árvore for cortada, quando o último rio for poluído, quando o último peixe for pescado, aí sim eles verão que dinheiro não se come..."
Chefe Sioux

Um dia...

Um dia descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra é tolice.
Só não esqueces a outra pessoa, como ainda pensas muito mais nela...
Um dia descobrimos que apaixonar-se é inevitável...
Um dia percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples...
Um dia percebemos que o comum não nos atrai...
Um dia saberemos que ser classificado de "bonzinho" não é bom...
Um dia perceberemos que a pessoa que nunca te liga é que mais pensa em ti...
Um dia saberemos a importancia da frase:
"Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas..."
Um dia percebemos que somos muito mais importantes para alguém mas não damos valor a isso...
Um dia percebemos como aquele amigo faz falta, mas aí já é tarde de mais...
Enfim... Um dia descobrimos que apesar de viver 100 anos, esse tempo todo não é suficiente
para realizarmos todos os nossos sonhos, e para dizer tudo o que tem que ser dito...
A resolução é: ou nos conformamos com a falta de algumas coisas na vida, ou lutamos para realizar as
nossas loucuras...
Quem não compreende um olhar tão pouco compreenderá uma longa explicação.